Olimpíadas no Brasil

Em julho de 2014 visitamos o Queen Elizabeth Olympic Park (1), situado na região leste de Londres. O parque foi projetado e construído para as Olimpíadas de 2012. Apesar do característico clima de Londres, chuva, garoa, ausência de sol, voltei de lá impressionado. Havia acompanhado o planejamento do parque à distância, via internet e Folha de São Paulo. Desde o começo o planejamento objetivou a população. O local de sua construção foi escolhido com o objetivo de desenvolver a região leste de Londres, uma de suas áreas outrora menos desenvolvidas. Terminados os jogos, algumas instalações podem ser usadas pelas pessoas comuns, quando ali não houver competições, o que já havíamos vivenciado nas instalações das Olimpíadas de Munique (1972), quando lá moramos. A construção do parque atraiu investidores imobiliários e viam-se muitos prédios comerciais ou de moradia em lançamento ou construção. Agregado à estação ferroviária, distante 10 minutos a pé do parque, um novo Shopping Center apresentava movimento significativo, se comparado com o movimento dos similares paulistas, em pleno dia de semana.

Ao olhar o estádio do alto de uma torre; o horror! A grama havia sido substituída por máquinas, guindastes, operários de construção civil. Já? Dois anos depois das Olimpíadas e Paraolimpíadas! Planejamento, projeto e construção “made in Brazil”? O estádio estará em reforma completa (2) até 2016, visando sua adequação para o uso futuro já definido. Os custos para viabilizar o uso do estádio não foram absorvidos pelo projeto das Olimpíadas, de curta duração, mas arcados por aqueles que o administrarão ao longo dos anos, a partir de 2016.

  1. http://queenelizabetholympicpark.co.uk/
  2. https://www.lobstervision.tv/home

Dois anos depois das Olimpíadas de Londres significa dois anos antes das Olimpíadas do Rio e período de Copa do Mundo no Brasil. A Copa dos 7×1.

O Parque Olímpico Presidenta Dilma Roussef, já em construção no Rio de Janeiro, terá um estádio coberto para 50 mil pessoas confortavelmente acomodadas. O acesso a todos os lugares poderá ser conseguido por escadas, escadas e rampas rolantes e elevadores panorâmicos. Com instalações sanitárias automáticas e detetores para, quando superado um determinado nível de odores, as portas bloquearem automaticamente a entrada e, identificada a saída do ultimo usuário, ser disparado o sistema também automático de limpeza e secagem do ambiente, para, então, ser novamente liberado o acesso aos usuários. O tempo máximo de lavagem e secagem dos sanitários será de poucos minutos. O ginásio olímpico terá instalações semelhantes, assim como o velódromo, todos já em finalização de acabamento.

O acesso ao parque, distante cerca de 20 km do centro da cidade será conseguido por metro, trem, ônibus ou veículos particulares. A reurbanização da região está completada. Cerca de 5 mil vagas para estacionamento estarão à disposição dos frequentadores dos jogos. Os visitantes serão recebidos e orientados por voluntários poliglotas treinados. Potenciais flanelinhas foram treinados para atuar na orientação de turistas e frequentadores. Tais voluntários já estão conscientizados a não usar expressões comuns de se ouvir no Brasil, como “não sei”, “pergunte para aquele ali”, “ai dount ispique ingleis” e semelhantes. Não haverá necessidade de o governo estadual negociar com os marginais uma trégua para durante os Jogos. De há muito a criminalidade no Brasil foi reduzida a níveis desprezíveis devido às políticas de educação, moradia e emprego vigentes no país.

As competições de canoagem e vela serão realizadas na Lagoa Rodrigo de Freitas, completamente limpa e livre da carga de esgotos lançados tanto pelos bairros do RJ quanto por municípios que se servem de cursos d’água que nela deságuam.

Estima-se que a Olimpíada de 2016 seja a melhor, a mais organizada e aquela com maior nível esportivo dentre todas as já realizadas. Acredita-se ainda que o Brasil mantenha a hegemonia do primeiro lugar em número de medalhas de ouro e também no número total de medalhas, como ocorre desde a olimpíada de 2080. 2080? 2016?

Acordei.

Saúde e alegria a todos

Um comentário sobre “Olimpíadas no Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s