Diálogos 20

Em Mudanças, de 27.12.15, apresentei as razões que me levaram aos Diálogos. Em Diálogos 1 – preâmbulo, de 10.1.16, iniciei a publicação dos diálogos escritos a partir de 29/3/82.

 

Posts anteriores relacionados:                 Mudanças          Diálogos 1          Diálogos 2          Diálogos 3      Diálogos 4        Diálogos 5    Diálogos 6        Diálogos 7    Diálogos 8    Diálogos 9    Diálogos 10     Diálogos 11    Diálogos 12      Diálogos 13     Diálogos 14      Diálogos 15      Diálogos 16      Diálogos 17      Diálogos 18      Diálogos 19

 

  … A AIA, Associação do Incapazes Anônimos, tem a honra de poder trazer-lhes a aplaudida palestra “Classificação da liderança política mundial”, proferida pelo renomado pensador e filósofo P1.

P1. Agradeço encarecidamente a calorosa recepção a mim oferecida e, inebriado pela honra do prestigioso convite e sem mais delongas, inicio:

  1. Homens de estado – aqueles que conseguem agir ao se antecipar aos acontecimentos e, assim influenciá-los, parcial ou completamente, antes da sua ocorrência;
  2. Políticos de nível – aqueles que conseguem reagir aos acontecimentos em tempo de atuar sobre suas consequências;
  3. Políticos – aqueles que reagem às consequências dos acontecimentos a tempo de tentar explica-los;
  4. Políticos normais – aqueles que reagem a fatos gerados pelas consequências dos acontecimentos com as palavras: Tenho plena confiança na capacidade de sacrifício de nosso povo;
  5. Políticos normais metidos a militares – aqueles que reagem a tudo com demonstrações de pretensa força objetivando encobrir as próprias fraqueza e incompetência;
  6. Militares metidos a líderes populares”.

P2. Faltou explicar o item 1. Militares metidos a líder popular.

P1. Impossível. Nem eles mesmos conseguem se explicar.

P2. Obrigado.

P1. Alguém mais na plateia teria perguntas?

P2. Alguém mais quem? Eu sou o único aqui.

P1. De forma alguma. Eu jamais apresentaria uma palestra para apenas um participante. Vou mais longe. Ninguém jamais me convidaria para uma exposição a apenas uma pessoa.

P2. Você mesmo se convidou e se apresentou!

P1. Detalhes insignificantes e além disso o tema da palestra é outro. Perguntas?

P2. Sim. Seria possível enunciar alguns exemplos?

P1. Sem dúvida! Nos itens 1. Homens de estado, 2. Políticos de nível e 3. Políticos, não existem exemplos vivos hoje (1984). Nos demais itens, hoje temos: 4. Políticos normais – Helmuth Kohl (Alemanha Ocidental), François Mitterand (França); 5. Políticos normais metidos a militares –  Ronald Reagan, (EUA), Margareth Tatcher (Reino Unido); 6. Militares metidos a líderes populares – a triste maioria. Mais perguntas?

P2. Eu estou só aqui, mas deixa para lá. Tal classificação restringe-se a chefes de estado ou de governo?

P1. Jamais! Não devemos nos esquecer que todo político ou dirigente de qualquer coisa, por mais insignificante, considera-se um líder. A classificação é válida para todo e qualquer líder.

P2. Então seria mais interessante generalizar a classificação. Se o prezado palestrante me permite, sugeriria as seguintes mudanças:

  1. Homens de estado Líderes – aqueles que consegue reagir antecipar-se aos acontecimentos e, assim influenciá-los, parcial ou completamente, antes da sua ocorrência;
  2. Políticos de nível Chefes – aqueles que conseguem reagir aos acontecimentos em tempo de atuar sobre suas consequências;
  3. Políticos Subchefes – aqueles que reagem às consequências dos acontecimentos a tempo de tentar explica-los;
  4. Políticos normais Chefetes – aqueles que reagem a fatos gerados pelas consequências dos acontecimentos com as palavras: Tenho plena confiança na capacidade de sacrifício de nosso povo;
  5. Políticos normais metidos a militares Gritões – aqueles que reagem a tudo com demonstrações de pretensa força objetivando encobrir as próprias fraqueza e incompetência;
  6. Militares metidos a líderes populares Ridículos.

Mais uma pergunta: Significa essa classificação a colocação de todos os militares na categoria 6.?

P1. Concordo com as sugestões, agradeço-as e adoto-as. Quanto à pergunta, NÃO. Algum dia, certamente, aparecerá novamente, em algum lugar da Terra, um militar também homem de estado, digo líder, ou chefe ou subchefe …

P2. CLAP, CLAP, CLAP, CLAP.

P1. Agradeço aos aplausos e considero a palestra encerrada. Boa noite!

continua

Nota: Em algumas frases são referenciadas situações políticas, trajes, comportamentos e posturas típicas da época em que os diálogos foram escritos, primeira metade da década de 1980. Algumas delas tornaram-se moda, como barba mal aparada, uso de óculos Ray-Ban, governantes incompetentes. Outras, como bons modismos, desapareceram com o passar do tempo ou passaram a ser aceitos devido às mudanças de costumes.

 

Saúde e alegria a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s